vem cre ser

Semana da Paz é iniciativa piloto do Projeto Cultura da Paz 2020

     Educadores do Vem-Crê-Ser/CCA Dom Bosco, do Centro Juvenil Salesiano Dom Bosco, programaram para 2020 o desenvolvimento do Projeto Cultura da Paz, e realiza experiência piloto com a Semana da Paz, entre os dias 11 e 14 de novembro. Segundo Edina Cristina, assistente de coordenação do CCA, percebe-se na sociedade em geral um índice elevado de situações em que a agressividade e a violência estão presentes como primeira opção nos relacionamentos. “As pessoas têm deixado de dialogar ou quando fazem isso, usam palavras ofensivas, que acabam gerando ainda mais conflitos”, observa Edina. “Por esse motivo, enquanto educadores, vimos a necessidade de iniciar o projeto Cultura de Paz com as crianças e pré-adolescentes que atendemos”.

     O objetivo do projeto é trabalhar a conscientização quanto a importância da cultura de paz para viver em harmonia. Levar meninos e meninas a refletirem sobre suas próprias ações, os comportamentos com as outras pessoas e com os demais componentes da natureza, com respeito às suas diferenças, estão entre os temas a serem trabalhados. 

     Na Semana da Paz, a ação piloto, as atividades foram baseadas no livro “Paz, como se faz? - Semeando cultura de paz nas escolas, de Lia Diskin e Laura Gorresio Roizman, Governo do Estado do Rio de Janeiro, UNESCO, Associação Palas Athena, 2002.

Dia 11 - Retalhos de Boas lembranças/ Colcha de retalhos

     Em roda de conversas os educadores motivaram suas turmas a pensarem em bons momentos que tiveram em 2019, situações onde se sentiram bem, sentiram-se felizes. Para cada um foi dado um pedaço de papel para registrarem essas ocasiões, logo após todos se reuniram na quadra e formaram uma linda colcha de retalhes, mostrando que na vida existem muitas “coisas boas” que precisam ser faladas e lembradas – a vida de cada um é formada por pequenos pedações de ações. 

Dia 12 - Carta entre amigos

     A proposta foi um amigo secreto em cada turma. Os presentes foram cartas, onde todos tiveram a delicadeza de colocar as qualidades e boas ações que foram observadas durante o ano, no amigo sorteado. A entrega das cartas foi emocionante. A maioria não esperava receber tantos elogios, com isso, houve um fortalecimento de vínculo e intimidade entre os integrantes da turma. 

Dia 13 - Jogos da Paz

      Segundo os educadores, em geral se conhece de verdade uma criança ou adolescentes nos momentos de diversão e descontração a quadra. Nessas circunstâncias eles precisam utilizar, mesmo que inconscientemente, da tolerância, empatia e paciência, entendendo o limite do outro. Muitos não sabem “perder” e deixam a adrenalina falar mais alto que o respeito. “Para pensar em paz é necessário colocar em prática as ações aprendidas na teoria”, observa Edina Cristina. 

     Tendo como referência o livro “Paz, como se faz?”, foram realizados três jogos: 

     1 - REBATIDA:
“É um jogo ativo e envolvente, que favorece a integração, a ajuda mútua, a desinibição, a atenção, a agilidade, a disposição para “trocar de lugar” e muita, muita diversão.

     2 - CABEÇOBOL: Neste jogo é possível experimentar uma maneira divertida de alcançar metas e explorar jeitos diferentes de fazer uma mesma coisa.  

     3 - QUEIMADA INVERTIDA: Algumas pessoas têm aversão a jogos, medo de bola, traumas tatuados na infância jogada não-cooperativamente. Que jogos podem ajudar a dissolver essas marcas e a soltar essas travas? Que tal reviver a queimada com a renovação que o jogo cooperativo pode trazer? Queimar e evitar ser queimado. 

Dia 14 - Ser seu próprio Super Herói

     As crianças e adolescentes foram incentivados ao longo da semana a se colocarem como Super Heróis, capazes de combater o “mal” usando seus superpoderes. Assim, cada um teve que pensar sobre suas qualidades e como elas poderiam ajudar a tornar o seu espaço de convívio em um lugar seguro, acolhedor e longe da violência. Sem deixar de lado o figurino e identidade secreta, as crianças e adolescentes transformaram-se sem economizar na criatividade. “Tivemos diversos tipos de heróis, entre eles, o Super Sol, que espalha luz por onde passa”, comenta Edina.

Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home